Apoio familiar impulsiona Escolinha de Triathlon no esporte e na escola em 2018

Alunos do projeto, referência nacional na formação das modalidades de base, estão no ranking brasileiro e atingiram índice 0 de reprovação no colégio

Presença maciça no ranking brasileiro de triathlon e metas escolares alcançadas com índice 0 de reprovação. O segredo por trás das conquistas impressionantes da Escolinha de Triathlon Formando Campeões, em 2018, pode ser resumido em uma palavra: família. Pais e mães vestiram a camisa do projeto, unindo esforços com professores e treinadores para garantir todo o apoio às crianças na árdua tarefa de equilibrar treinos, viagens, competições e estudos.

“Tem que ter uma entrega ao projeto. A família muda em função do esporte, e isso é ótimo”, afirma Gustavo Zanon. Quando o filho Luigi ingressou na Escolinha, todos passaram por mudanças. A mãe, podóloga, abriu um consultório em casa para ficar mais próxima da rotina do menino. O pai concilia o trabalho na construção civil com o apoio nas competições, incentivando e fotografando toda a garotada durante as provas. O hábito até virou um hobby levado a sério, com um curso de fotografia nos planos para o próximo ano. E, se há quatro anos Gustavo praticava triathlon para livrar-se da dependência de cigarro, hoje pensa em voltar ao esporte incentivado pelo filho.

O foco é o crescimento no esporte, nos estudos e na vida. “Comemoramos muito o quarto lugar dele na final do Brasileiro Infantil em Brasília, como se fosse o primeiro lugar. O mais importante é ver ele amadurecendo. O triathlon dá mais disciplina como um todo, responsabilidade”, diz Gustavo. Ele e o filho estudam juntos, para que Luigi mantenha o bom desempenho escolar, e vivem a expectativa da entrada no ensino médio, em 2019. “Ele praticamente gabaritou na prova da Federal, mas só vamos confirmar o resultado em janeiro. Será uma nova fase para ele.

Escolinha de Triathlon: família estendida

Com cerca de 50 alunos, algumas vezes divididos em duas ou mais competições simultâneas num mesmo fim de semana em busca de experiência no esporte, a integração dos pais com a Escolinha de Triathlon é fundamental. “Nós nos ajudamos de todas as maneiras, com carona, equipamento e traslado, nas provas”, conta João Alberto Mazorca, pai dos irmãos Miguel e João Vítor, respectivamente segundo colocado na categoria 10 anos e quarto colocado na categoria 13 anos do ranking brasileiro infantil.

Os bons resultados nas competições também foram acompanhados por uma rotina diária de estudos, garantindo as notas altas no colégio. “Temos muita abertura tanto com o Colégio da Polícia Militar do Paraná como com a Escolinha. Somos muito gratos aos treinadores, Ronaldo Mateus e Ricardo Júnior Cardoso. E este ano foi bem produtivo, com arrecadações e eventos para fomentar o projeto.”

Equipe reforçada e superação

Além das metas escolares atingidas, resultado do empenho de professores, treinadores e pais para manter a rotina de estudos dos alunos, o ano de 2018 também foi marcado pela chegada de reforços na equipe técnica. Vindo de São José dos Pinhais, Hélcio Krick juntou-se a Ronaldo Mateus e Fábio Marturano para aperfeiçoar as técnicas de natação, ciclismo e corrida da garotada mais nova.

“Tivemos muitos atletas novos, sem nenhum contato anterior com o triathlon, mostrando uma grande evolução no dia a dia e aptidão para praticar o esporte de uma forma bem legal. Foi o resultado de um trabalho de muita perseverança e dedicação”, celebra o coordenador do projeto, Ricardo Júnior Cardoso.

O treinado Ronaldo Mateus também destaca a superação dos alunos nesta temporada. “Tivemos várias conquistas nas etapas do Campeonato Brasileiro Infantil e de outras competições importantes como o Circuito Renault de Triathlon, encerrada no último fim de semana,” lembra Mateus, que, como treinador do Camp realizado durante a etapa de Tocantins do Brasileiro Infantil, viu todos os atletas da Escolinha subirem ao pódio. “O amadurecimento do projeto e o envolvimento maior dos pais no segundo semestre sem dúvida foram os pontos mais positivos.”

Atualmente, a Escolinha recebe 50 alunos da rede pública de ensino no Colégio da Polícia Militar do Paraná, visando inseri-los em um dos esportes ao ar livre que mais vem se popularizando nos últimos tempos. As crianças contam com todos os equipamentos necessários e são treinadas por especialistas na modalidade. As atividades respeitam a grade escolar e faixa etária de cada atleta mirim.

Escolinha de Triathlon Formando Campeões foi viabilizada pela Lei de Incentivo ao Esporte, com apoio da Federação Paranaense de Triathlon e do Colégio da Polícia Militar do Paraná. Os patrocinadores são Tradener, Condor, Grupo Astra e Banco Safra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *