Grupo Astra destina R$ 280 mil para entidades de Jundiaí

Montante é referente a percentual do IR das empresas Astra, Japi e Finamax

No dia 12 de dezembro, representantes de 3 entidades da cidade de Jundiaí (SP) estiveram na Astra para receber um repasse de verba para seus projetos sociais. Os valores são referentes à contribuição, prevista em lei, de 4% do Imposto de Renda (IR) das empresas Astra, Japi e Finamax para entidades que cuidam de crianças e adolescentes; idosos; pessoas com deficiência e atenção oncológica, sendo 1% para cada instituição.

Ao todo, foram repassados R$ 280 mil (R$ 70 mil para cada entidade). São elas:

Representantes das empresas Astra, Japi e Finamax e das entidades CMDCA, COMDIPI e Ateal.

O diretor superintendente da Astra, Manoel Flores, reforçou a importância de se investir esse montante na cidade. “Esse valor é referente a imposto devido pelas empresas. Se não destinarmos ele vai para o governo. Ficando na cidade, podemos não só ajudar entidades do nosso entorno, como também acompanhar o andamento dos projetos em benefício da sociedade”, reforça. Flores ainda lembra que as empresas do grupo contribuem com o CMDCA há 19 anos e, há 5 anos, têm repassado a verba também para o COMDIPI, PRONAS/PCD e PRONON.

Teresa Nering Borçari, presidente do Conselho do Idoso de Jundiaí, diz que está muito feliz que as empresas estão participando com a entidade da construção de uma sociedade melhor para se viver. “Uma cidade preparada para acolher, atender e respeitar os idosos será uma cidade boa para todas as idades”, destaca.

Para Alda Maria Carrara, presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, a sociedade tem que acompanhar a destinação de recursos e o andamento dos projetos. “Temos sete projetos que continuarão em 2019 com o apoio do fundo da criança e do adolescente. 70% do fundo vai para estes projetos”, revela. Alda ainda reforça que não só empresas, mas também pessoas físicas podem doar parte do seu Imposto de Renda. Nestes casos, o valor permitido é de 6% do IR devido, que pode ser destinado até março de 2019.

Na ATEAL, o montante repassado pelo Grupo Astra será destinado a um projeto de capacitação de 50 deficientes auditivos para o mercado de trabalho, especificamente para gestão de estoque, organização e atendimento em supermercados. “A Astra é uma empresa acolhedora de deficientes auditivos, sendo que 80% dos seus funcionários deficientes auditivos passaram pela Ateal”, comenta Mariza Cavenaghi Argentino Pomilio, superintendente da instituição. Ela frisa ainda que “precisamos começar a prepará-los para o mercado de trabalho desde a pré-adolescência para que haja realmente um trabalho de inclusão social”.

No final do evento, cada instituição recebeu simbolicamente o cheque no valor de R$ 70 mil. Ainda não há projeto definido para receber a destinação através do PRONON. O repasse de pessoas jurídicas para projetos sociais aprovados por lei e fundos sociais deve ser feito até 31 de dezembro de 2018.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *