Por que o chuveiro desarma o disjuntor?

Descubra por que o banho fica gelado de vez em quando

 

Só quem teve um banho quente interrompido pela água fria sabe o quão desagradável é uma queda de energia. Quando o disjuntor cai os aparelhos eletrônicos que estão conectados à casa são desligados imediatamente, correndo o risco de queimar ou danificar.

O que é um disjuntor?

O disjuntor é um acessório que serve para proteger as instalações elétricas. São comumente instalados em quadros de distribuição e interrompem circuitos elétricos quando há curto circuito, sobrecargas e fuga de corrente. Por isso, são essenciais para a proteção de sistemas elétricos, evitando incêndios e choque elétrico.

Descubra a seguir os motivos que fazem com que o chuveiro desarme o disjuntor:

  1. Potência do chuveiro maior do que a fiação suporta: quando isso acontece os fios superaquecem e, para evitar um curto circuito, o disjuntor desarma (interrompe a corrente elétrica). O banho acaba ficando gelado, mas a casa fica segura.

  1. O chuveiro funciona a partir de uma tomada ou dimensionamento dos cabos tem seção inferior à corrente que o chuveiro exige: a maioria das tomadas é feita para passar 15ª (ampere) de corrente, enquanto chuveiro novo não passa menos que 20A. Além disso, as conexões de ligação do chuveiro tendem a aquecer e as tomadas geralmente não estão preparadas para isso.

  1. Compartilhamento de circuito: quando dois ou mais aparelhos (exemplo: chuveiro + ferro de passar roupa) estão no mesmo circuito e a soma das correntes desses é maior do que a capacidade do disjuntor, ele desarma. Se esse for o motivo, será necessário instalar um circuito exclusivo para o chuveiro.

  1. Distância do chuveiro até o disjuntor: para qualquer instalação elétrica em baixa tensão que é o caso de um circuito de chuveiro, a norma NBR 5410 da ABNT especifica que os disjuntores só podem ser instalados com, no mínimo, 1,2 metros de distância do chuveiro. Caso essa distância seja menor, o risco de curto é grande, por isso o disjuntor desarma. Além disso, não é recomendada a instalação do disjuntor dentro do banheiro por conta da umidade do local, apesar da norma não proibir.

Para evitar qualquer um desses problemas, antes de adquirir um chuveiro, confira se a potência dele é compatível com a amperagem do disjuntor da sua casa.

Para resolver esses problemas e escapar dos riscos à saúde, solicite a visita de um eletricista. Ele poderá fazer uma vistoria no local e identificar qual o problema na rede elétrica da sua residência.

Confira a linha completa de disjuntores e duchas Astra.