Dicas para economizar

economia-agua-dicas-astra

O uso da água no nosso dia a dia está cada vez mais controlado e fiscalização é a palavra de ordem para esse assunto. É preciso ficar de olho em atitudes rotineiras para identificar situações em que é possível ser mais econômico, além de conhecer a dinâmica da residência ou do estabelecimento para perceber eventuais problemas.

De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), o volume ideal de água a ser consumido por uma pessoa diariamente é de 110 litros. No Brasil, consome-se em média 190 litros: 5% em limpeza de ambientes, 10% na cozinha, 20% com lavagem de roupa, 30% com a descarga e 35% para higiene pessoal.

Existem atitudes básicas que reduzem o consumo: não usar mangueira para lavar a casa e o carro, aguar as plantas com o regador, fechar a torneira enquanto escova os dentes ou lava a louça, usar bacias para lavar alimentos e até os pratos sujos, tomar banhos curtos, colocar a máquina de lavar roupa ou louça pra rodar somente quando estiverem cheias, reaproveitar a água da lavagem de roupas para limpar ambientes etc.

Mas o que fazer com a descarga? Apesar de não estar no foco de ação de muitas iniciativas, ela é responsável por 30% da água consumida e precisa de atenção. Por isso, tome alguns cuidados:

caixa-descarga-astra-economia-agua

– Não use o vaso sanitário como lixo. Essa prática aumenta o gasto de água, gera risco sério de entupimento e polui os rios.

– Observe se há água correndo dentro do vaso sanitário. Caso não esteja visível, experimente jogar um pouco de pó (cinza de cigarro, farinha de trigo, café em pó etc.) nas laterais internas do vaso e no fundo. Se as partículas forem levadas é sinal de que existe vazamento.

– Mantenha seu sistema de descarga sempre regulado, esta é a melhor forma de evitar vazamento e desperdício.

Regra geral, se você observar que a conta de água aumentou muito, mesmo sem alteração nos hábitos de consumo, pode ser um sinal de que a rede interna está com vazamento. Canos quebrados, torneiras com rosca desgastada, vazamentos, entre outras situações. Procure um profissional o mais rápido possível para identificar o problema. O meio ambiente agradece!

Confira todos os sistemas de descarga da Astra e os respectivos vídeos de regulagem no link: http://goo.gl/wMB5Oz.