Banheiro ideal e perfeito

acessibilidade_banheiro_2

A Astra trabalha para, cada vez mais, fabricar produtos que tornam os ambientes universalmente acessíveis. Mas as necessidades vão além dos acessórios; medidas e área para circulação são muito importantes para pessoas com deficiência ou que tenham mobilidade reduzida.

Entenda as questões que devem ser observadas na construção ou reforma de um banheiro para que ele se torne acessível. Além de indispensáveis para o conforto e a segurança dos deficientes, estes itens são obrigatórios pela Norma Brasileira NBR 9050, da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

  • As portas precisam ter a largura de no mínimo 80 cm;
  • As torneiras devem preferencialmente ser do tipo pressão e os misturadores monocomando (tanto na pia quanto no chuveiro);
  • As maçanetas devem ser do tipo alavanca;
  • O espaço livre no banheiro deve ser suficiente para manobrar a cadeira (para o giro de 360 º, é necessário um diâmetro de 1,5 m livre);
  • São necessárias barras de apoio em todo o banheiro, para uso do chuveiro, do vaso e da pia;
  • A altura da pia deve ser de 80 cm do piso com o vão livre abaixo de 70 cm de altura;
  • A borda inferior do espelho deve estar a uma altura de 90 cm do piso, e a peça deve alcançar no máximo 1,90 m de altura;
  • As portas dos boxes devem ter  no mínimo 0.8 cm de largura, mas se for possível é preferível não haver porta;
  • O espaço do box deve ter 1,50 x 1,50 m
  • Os assentos dos vasos sanitários têm que estar a  uma altura de 46 cm do piso;
  • Os desníveis máximos no piso devem ser de 2cm.
  • Todo ambiente público tem que ter um banheiro individual separado para pessoas com deficiência.