Assento sanitário não é a parte mais suja da casa

asseno-cacadores-de-mitos3

 

Muita gente pensa que, por estar posicionado no vaso sanitário, o assento é o que há de mais sujo em uma casa.

Diante dessa suspeita, os Caçadores de Mito investigaram diversos objetos que utilizamos no nosso dia a dia para saber quem é de fato o vilão das bactérias e microrganismos.

Foram estudados oito objetos: o assento sanitário, dinheiro, esponja de cozinha, controle remoto, teclado de computador, interruptor, celular e carrinho de supermercado.

O estudo contou a quantidade de colônias de bactérias existentes em cada superfície, através de uma amostra retirada de cada um dos objetos com a ajuda de um cotonete.

O resultado da pesquisa indicou as superfícies com mais microrganismos e as com maior quantidade de microrganismos nocivos.

Objetos com maior quantidade de microrganismos:

  • Esponja de cozinha
  • Dinheiro
  • Interruptor
  • Teclado de computador
  • Controle remoto
  • Carrinho de compras
  • Celular
  • Assento sanitário

Objetos com maior quantidade de microrganismos nocivos:

  • Esponja de cozinha
  • Dinheiro
  • Interruptor
  • Teclado de computador
  • Assento sanitário
  • Celular
  • Carrinho de compras
  • Controle remoto

O assento sanitário é um acessório que tem como objetivo proporcionar conforto e evitar o contato direto a louça do banheiro, uma função protetora e higiênica.

Somando isso ao estudo realizado pelos Caçadores de Mito, percebe-se que o assento sanitário não é, de fato, um item anti-higiênico dentro de casa. No entanto, o acúmulo de bactérias está diretamente ligado ao uso que se faz e à limpeza correta da peça. Confira aqui como manter seu assento sempre limpo.

Abaixo você confere o vídeo do experimento realizado pelos Caçadores de Mitos.

Conheça a linha completa de assentos sanitários da Astra.

*Os produtos estão sujeitos a alteração sem prévio aviso. Consulte sempre informação atualizada.